Rei Ekuikui V prepara marcha a pé do Bailundo até Luanda para repudiar condenação

Uma caravana composta por mais de 30 integrantes da corte do Reino do Bailundo, chefiada pelo seu rei, tem agendada uma longa caminhada a pé do Huambo até Luanda para manifestar repúdio pela condenação, a 02 deste mês, pelo Tribunal Provincial do Huambo (TPH), do Rei Ekuikui V a seis anos de prisão maior, por co-autoria moral do crime de homicídio voluntário preterintencional, ocorrido em 2017, na sequência de um julgamento tradicional.

JP

Radio Despertar & NJ

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

O Rei Ekuikui V, condenado a 6 anos de prisão pelo Tribunal Provincial do Huambo, por ter declarado favorável ao homicídio de um cidadão que em vida, era acusado de feitiçaria. informou que a marcha está aprazada para 15 de Março próximo e tem como finalidade “exigir explicações sobre o atentado à soberania” do homem que detém o trono do Palácio da Ombala.
“Por causa desta humilhação toda, no dia 15 de Março, vou partir, com os membros da minha corte, do Bailundo até Luanda a pé, para exigir o respeito à minha soberania”, promete a autoridade tradicional, que desvaloriza o dia escolhido para o pontapé de saída da marcha.
“[O dia 15 de Março] não tem nenhum signicado, mas terá”, assegura, alertando para a representação demográfica no País do povo a que pertence:
“O povo Ovimbundo ocupa 46% do nosso País. Somos muitos!”

PUB