Polícia lança “Operação Kembo” para garantir festas felizes

A Polícia Nacional lançou esta segunda-feira 13, em Luanda uma “Operação denominada Kembo” em substituição da “Operação 45 Graus”.

DR

RA Com Na Mira Crime

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A Polícia Nacional apresentou esta, segunda-feira, 13, na Unidade Operativa o balanço dos 45 dias da Operação 45 Graus que teve abrangência Nacional.

De acordo com Orlando Bernardo, que fez também o lançamento da operação Kembo, a operação segue até Janeiro, e será intensa, para que o cidadão tenha paz.

“As forças de defesa e segurança estarão na rua com todos seus meios necessários para proteger, impedir, cortar toda acção de tentativa de subversão da ordem”, avisou o Comissário.

Durante o balanço, o director de operações e segurança pública da Polícia Nacional, Orlando Bernardo disse que “2 104 cidadãos foram detidos pela Polícia Nacional de Outubro a Novembro deste ano, nas 18 províncias do país”, por suposto envolvimento em vários crimes.

 

Durante a operação, “as forças da ordem apreenderam 266 armas de fogo e recuperaram 385 viaturas e 1 694 motorizadas. Foram esclarecidos ainda 327 processos-crime, que resultaram na detenção de 296 cidadãos, dos quais quatro estrangeiros implicados nos crimes de associação criminosa, rapto, sequestro e roubos nas províncias de Luanda, Cabinda e da Lunda Norte” explicou.

A operação, permitiu o desmantelamento de 161 grupos de marginais, compostos por 276 elementos, com destaque para “Os Tribais Decentes”, “Vagão Dance”, “Mil e Cem Bicos”, “Gang of Music”, “Mal Máfia”, “Os Homens Aranha” e “Os Dupla Panda”.

No quadro dos 431 mandados de captura emitidos, foram detidos 489 cidadãos, na sua maioria na província de Luanda.

A operação “45 Graus” teve como objectivo reduzir a criminalidade violenta no país, sobretudo praticada com recurso a armas de fogo.