Perto de 1000 casas indundas em Lunda pela ultima Chuva.

Oitocentas e noventa e seis residências ficaram inundadas em consequência das chuvas que caíram, nos ultimos quatro dias, em vários bairros da província de Luanda, segundo o porta-voz da Comissão Provincial de Protecção Civil e Bombeiros.

DR

Repórter Angola com JA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

O Porta-voz dos serviços de bombeiros e protecção civil, Faustino Mingueis disse este Domingo 15, que a chuva afectou 4.595 pessoas, pertencentes a 119 famílias.
Os municípios mais afectados foram os de Viana, Talatona, Luanda e Cacuaco.
Constam ainda do relatório, a inundação de um hospital, um centro de saúde e 23 casas de construção precária, parcialmente destruídas nos municípios de Cazenga e Cacuaco.

As chuvas destruíram ainda uma ponte no bairro do Paraíso, em Cacuaco, e causaram o  transbordo de duas valas de drenagem a céu aberto, no Distrito do Zango, em Viana.
Foram aindaquebradas duas árvores, no Distrito do Kilamba, município de Belas, e na Ingombota, bem como derrubados dois postes de iluminação pública, na Maianga e Ingombota.

Sem vítimas humanas, as chuvas causaram, ainda, alagamentos que dificultam a circulação em rodovias e de peões em diferentes bairros.
A Angop apurou que decorrem trabalhos para a drenagem da água das chuvas, no bloco 2 do Zango-0, em Viana.

Com mais de sete milhões de habitantes, fazem parte da capital do país os municípios de Luanda, Cazenga, Kilamba-Kiaxi, Belas, Viana, Cacuaco, Talatona, Icolo e Bengo e Quiçama.

PUB