Nove Famílias dormem ao relento na centralidade do Sequele, depois da explosão

Uma explosão num apartamento no Sequele, em Luanda, provocada supostamente por vazamento de gás de cozinha, causou, na passada quinta-feira, um ferido com queimaduras graves e destruiu a habitação. as nove famílias continuam a pernoitar debaixo do edifício em precárias condições e sem ajuda das autoridades administrativas. Em imagens postas a circular nas redes sociais, moradores pedem ajuda.

Daniel Frederico

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Uma forte explosão de uma botija de gás butano, no interior do apartamento 101, da Centralidade do Sequele, sacudiu o Bloco 2, na manhã desta quinta-feira, 08

“Estamos desalojados por aproximadamente 72horas, pedimos que partilhem o máximo possível afim de nos poderem ajudar a ultrapassar esse momento difícil” escreve Luciana uma das vitimas.

Ledy Garcia uma outra vitima denuncia pessimas condições ” até agora nenhum pronunciamento das autoridades, estamos com as crianças a dormir fora, outros na via publica outros debaixo do prédio e não há condições aqui” lamenta.

O incidente ocorreu às primeiras horas de quinta-feira, quando o proprietário do apartamento tentou acender uma das bocas do fogão, conta um vizinho.
A explosão provocou queimaduras do terceiro grau, nas regiões da cabeça, tronco, braços e na barriga do homem, de 57 anos.

A explosão criou uma forte pressão de ar, tendo estimulado o rebentamento da porta principal e de segurança do edifício 27, do Bloco 2, das portas de madeira e das janelas de alumínio e de vidro da moradia, onde ocorreu o incidente, bem como de alguns apartamentos do mesmo edifício e de outros prédios ao redor, além de ter danificado três viaturas.

A comandante do Posto do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros do Distrito Urbano do Sequele presume tratar-se “de vazamento de gás butano da botija ligada ao fogão, na cozinha. A magnitude da explosão dá indícios de ar inflamável e comprimido”.

Uma vizinha disse que os bombeiros encontraram duas bocas do fogão abertas, a botija ligada ao fogão intacta e o compartimento totalmente fechado.

“É provável que o gás tenha ficado a noite toda a circular pela casa. Por alguma inadvertência, alguém deve ter aberto a porta da cozinha..

PUB