Grupo BOAVIDA escreveu a PGR negando dívidas do extinto BANC

Num documento consultado pelo Repórter Angola com a data de 09 de Novembro de 2020, o grupo liderado por Tomasz Dowbor escreveu ao Procurador geral da República, Hélder Pita Grós, alegando estar a receber intimidações de magistrados e outras pessoas anónimas, "eivados de má fé" que pretendem sujar a sua reputação empresarial.

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Num comunicado emito esta quinta-feira 16, O Grupo BOAVIDA SA, esclarece que “jamais locupletou-se de fundos públicos para efectivação de seus projectos nos sectores da habitação, agricultura, mineração e outros, criando mais de cinco mil postos de trabalho desde a sua criação”.

Continua o documento dizendo “o Grupo BOAVIDA SA, remeteu no dia 08.11.2020 à Procuradoria-Geral da República carta-solicita, para clarificar tais infames alegações, com vista a, definitivamente esclarecer a sociedade sobre equívocos de uns tantos, que fazem da extorsão, seu modo de ser e de estar na vida”.

“Mais informa, que foram desencadeados mecanismos legais para responsabilização criminal e cível de tais portais e seus “responsáveis”, bem como de outras pessoas colectivas e anônimas, que atentam à reputação empresarial do grupo”.

Na carta enviada a PGR, o grupo empresarial nega ter sido o beneficiário do crédito mal parado que colocou o extinto BANC do Mundo Paihama a falência.

“Contrariamente, a tais alegações, como alguns assassinos de carácter e de reputação procuram fazer acolação, disseminando fel e ódio contra quem, apenas procura fazer por Angola e pelos angolanos há mais de 20 anos, impele-nos o dever e a moral, de esclarecer o seguinte:

“Por iniciativa própria, face a alegações ínvias e, outras carregadas de tentativa de extorsão e ameaça à integridade do seu patrimônio e reputação e idoneidade de seus responsáveis, levadas a cabo por supostos portais de informação, devidamente identificados, numa clara violação à Lei de Imprensa.” acrescenta

 

PUB