GEMCORP retira-se da Reserva Estratégica Alimentar

A multinacional GEMCORP, que em consórcio com o grupo Carrinho venceu o concurso internacional para a gestão da Reserva Estratégica Alimentar do Estado, retirou-se antes mesmo do Ministério da Indústria e Comércio ter feito o lançamento, na terça feira 20, desta iniciativa do Executivo que visa regular os preços no mercado.

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A multinacional GEMCORP, que em consórcio com o grupo Carrinho venceu o concurso internacional para a gestão da Reserva Estratégica Alimentar do Estado, retirou-se antes mesmo do Ministério da Indústria e Comércio ter feito o lançamento, na terça feira 20, desta iniciativa do Executivo que visa regular os preços no mercado.

Uma fonte assegura que a retirada da empresa com sede em Londres, foi pacífica e acordada com outras partes envolvidas no negócio.

Anunciada em meados de 2021, a REA começou a ser operacionalizada na semana passada, com o propósito de baixar os preços de produtos alimentares, sobretudo os que integram a cesta básica.

Com a saída da GEMCORP da REA, a importação de produtos alimentares passa a ser feita por um pequeno grupo de empresas que detêm o monopólio do mercado.

Dois navios, um com 30 mil toneladas de açúcar e outro com 35 mil de milho, chegaram ao país nesta semana.

No âmbito da operacionalização da REA, Angola vai receber dois navios por semana com milhares de produtos a granel.