Fundação Piedoso pode ser o elo de ligação entre a Cáritas em Roma 

O Presidente da Fundação Piedoso, Elias Piedoso Chimuco manteve esta semana, 21 do Fevereiro, um encontro em Lisboa (Portugal), com o Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Carlos Vila Nova, onde juntos estabeleceram relações bilaterais no capítulo do activismo social e da filantropia.

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

 

Existente há seis anos, o Patrono da ONG angolana, acredita que estão em concertação factores de investimentos e o estabelecimento das relações bilaterais.

 

O Presidente da Fundação Piedoso, Elias Piedoso Chimuco manteve esta semana, 21 do Fevereiro, um encontro em Lisboa (Portugal), com o Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Carlos Vila Nova, onde juntos estabeleceram relações bilaterais no capítulo do activismo social e da filantropia.

 

A informação foi avançada esta quarta-feira, pela Assessoria de Comunicação do presidente Fundador daquela organização da sociedade civil, focada no bem-estar das famílias angolanas.

 

O encontro entre Elias Piedoso Chimuco e Carlos Vila Nova, serviu para acertar o alargamento da base de investimentos, bem como actrair parecerias entre as fundações da Republica de São Tomé e Príncipe e a Fundação Piedoso.

 

“As partes perspectivaram parcerias das suas fundações” segundo fez saber a Assessoria do presidente da Fundação Piedoso.

 

Elias Chimuco, segundo a Assessoria, sublinhou que a Fundação Piedoso, pode vir a ser o elo de ligação entre a Cáritas em Roma e as famílias mais vulneráveis de São Tomé e Príncipe.

 

A Fundação Piedoso, é uma instituição filantrópica de direito privado de âmbito nacional, de utilidade pública, constituída a 19/04/2012 e aprovada por Despacho Presidencial nº 85/15, de 16 de Outubro de 2015, após apreciação em sede do Conselho de Ministros à 23/09/2015, publicado em D/R nº 142, 1 série de 2015, encontra-se sedeada em Menongue, rua 1º de Maio, Província do Cuando Cubango, com Delegação em Luanda.