Fome: Cidadã morta à pancada por furtar 7 milhos para alimentar os filhos

Para alimentar os seus filhos, uma cidadã de 41 anos de idade foi espancada até à morte, esta semana, na comuna de Catata, município da Caála (Huambo), alegadamente por ter furtado sete massarocas numa lavra da localidade.

DR

Imparcial

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

O facto foi tornado público nesta sexta-feira, 26, pelo porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC), no Huambo, Miguel Bongue Calembe, salientando que o crime de homicídio voluntário terá sido praticado por um cidadão, também de 41 anos de idade, já a contas com os órgãos judiciais.

Informou que para o cometimento do crime, o acusado espancou brutalmente a vítima que acabou por perder a vida no local.

Miguel Bongue Calembe aconselha, por esta razão, a população a se abster de práticas de justiça por mãos próprias, devendo encaminhar qualquer situação do género aos órgãos de justiça.

Em Outubro do corrente ano, a organização não governamental “Mbakita” pediu ao Presidente da República, João Lourenço, que decrete o estado de emergência, por causa de fome no sul de Angola.