Detido grupo de 72 marginais que criavam pânico no Uíge

O serviço de investigação Criminal SIC, desmantelou uma rede de criminosos que causavam pânico na cidade do Uige, e circulavam com catanas a luz do dia.

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A cidade do Uíge, enfrentou nos últimos dias um pânico que perturbou entre vendedores dos Candombe velho, praça grande e das escolas, no centro da cidade.

A Polícia Nacional foi chamada  para travar a rede de criminosos que circulavam com objetos contundentes e deteve 72 do mesmo grupo, segundo uma fonte do Repórter Angola.

“Já estão todos detidos e serão apresentados esta quarta-feira” confidenciou a nossa fonte.

O grupo composto por rapazes e raparigas, foi apresentado ao Ministério público.

Em comunicado, enviado ao Repórter Angola, o SIC diz que “De um tempo a esta parte, a população desta cidade tem clamado de socorro as autoridades policiais, face a Honda de assaltos, vandalização que tem ocorrido nas residências, vias e instituições públicas, acções essas encabeçadas pelos grupos criminosos, com maior incidência, as associações denominadas “os Habilidosos”, os “BoKuaram”.

“Nos dias 25 e 26 de Setembro do ano em curso, os supracitados grupos, liderados pelos cidadãos apenas conhecidos por Dorivaldo Panzo TCP Quentasso ou Panzo Pula – Hablidosos, e BIQUINI – Bocú Aram, envolveram-se numa contenda nos bairros Candombe velho e Banza Polo, usando armas brancas de tipos diversos e instrumentos contundentes, como catanas, facas, mocas, martelos, etc, que culminou com graves ferimentos a este último, com baixa no Hospital geral e outros elementos não identificados, por quanto o primeiro líder acha-se em fuga com mais comparsas. Em resposta ao clamor e para devolver o sentimento de segurança e tranquilidade a população, no dia 27 do ano em curso, as forças policiais desencadearam uma operação de combate a criminalidade violenta e desmantelamento de grupos de marginais, culminando com a detenção de 33 cidadãos suspeitos nestas práticas, dos HABILIDOSOS” segundo a nota.

Das operações efectuadas, aponta que, foram aprendidas e apresentadas (35) catanas, (6) facas, (3) desmontas vulgo pé de cabra, (4) pás, (1) martelo, (3) garrafas, (2) ferros, (1) serrote, (1) machado, (5) armas de fogo das quais duas do tipo AKM, uma Micro Galile e duas caçadeiras, (2) pares da farda da polícia nacional, igual número de cinturão e boné da polícia, (65) Kg de estupefaciente vulgo liamba, (5) cinco cadeirinhas e (6) mochas e um telemóvel de marca Samsung.

Marcelina Jeremias Augusto, TCP LINOCA, solteira de 18 anos de idade, natural e residente no Uíge, Bairro Candombe Velho; Isabel Paulo Buita, natural e residente no Uíge, Bairro Mbemba Ngango; Diogo João António, TCP Avó Barrata, solteiro de 20 anos de idade, natural do Negage, residente no Bairo Candonbe Velho/bangola; Domingos Fernando Junstino, TCP Da CHUVA, solteiro de 20 anos de idade, natural do Negage, residente no Bairro Quigina; Araujo André Ricardo TCP PAIZINHO, solteiro de 19 anos de idade, filho de Domingos Ricardo e de Verónica André, natural de Sanza Pombo, residente no Bairro Novo; Guilherme Francisco dos Santos, TCP CAPUMA, solteiro de 18 anos de idade, filho de Guilherme dos Santos e de Rosita Jonas dos Santos, natural do Bungo, residente no Bairro Bungo/Uige; Nguinamau Amilton, TCP ANELCA, solteiro de 18 anos de idade, filho de Ndombele Bernardo e de Amélia Manuel, natural e residente no Uíge, Bairro Piscina; Silva Monteiro Ramos, TCP De Chuva, solteiro de 17 anos, filho de Cristovão Ramos Panzo e de Ruth Monteiro, natural de Sanza Pombo, residente no Bairro Quimacungo; João da Silva, TCP ZINHO, solteiro de 20 anos de idade, filho de Teófilo Simão da Silva e de Joana Dala, natural e residente no Uige, Bairro Piscina.BOCÚ ARAMManuel dos Santos, TCP Tribunal, subchefe do Grupo, solteiro de 26 anos de idade, filho de Rodrigues dos Santos e de Antonica José, natural da Damba e residente no bairro Candombe Velho; João Miguel Rofino, TCP CLAUDIO, solteiro de 23 anos de idade, filho de Alberto Rofino Naroque e de Isabel Miguel, natural de Luanda, residente no Bairro Candombe Velho; Gurgel Simão Francisco Julio, TCP MANUCHO, solteiro de 22 anos de idade, filho de Justino Messeco e de Ben-vinda Francisco, natural e residente no Uíge, Bairro Candombe Velho; Pedro Manuel, TCP PEDRO, solteiro de 20 anos de idade, filho de Emmanuel Diambo e de Videncia Luassa, natural da Damba, residente no bairro Candombe; Pinto José Eliseu, TCP CHACA, solteiro de 16 anos, filho de José Simão Pinto e de Delfina Alfredo, natural e residente no Uige, Bairro Candombe Velho/rua Jamaica; Também foram detidos indivíduos que perturbavam a ordem e a tranquilidade públicas por situações diversas, em nome dos grupos supracitados, sendo: Alberto António Lucas, TCP BETIZALDO, solteiro de 19 anos de idade, filho de Samuel Antonio Jorge Paxe e de Teresa António Quilua, natural do Bungo e residente no Bairro Tomessa; Kingongo Pedro, TCP SUEGADO, solteiro de 19 anos de idade, filho de Francisco Zeco e de Angelina Manuel, natural de Maquela do Zombo, residente no Bairro Bem-Vindo; Carlos Antunes Calandula, TCP BEBU, de 20 anos de idade, filho de Laurindo dos Santos e de Emília Rodrigues, natural do Uíge, residente no Bairro Bem-vindo; Ramos Araujo, TCP RAMUSTA, solteiro de 17 anos de idade, filho de Araujo Pedro e de Maria Moisés, natural dos Buenga, residente no Bairro Bem-Vindo; Garcia Francisco David, TCP GAGA, solteiro de 22 anos de idade, filho de Jaime David e de Maria Cagido Gonçalves, natural e residente no Uige, bairro Quigima; Samuel Bengui, TCP SAMUEL, solteiro de 27 anos de idade, filho de Paulo Afonso e de Bondo Teresa, natural e residente no Uíge, Bairro Cassangani; Januário Jovani Quizendende, TCP PUTO BOM, solteiro de 22 anos de idade, filho de Morais Quizendende e de Esperança Francisco Quintas, natural e residente no Uíge, Bairro Candombe Velho; José Daniel Boa, TCP ZEZINHO, de 16 anos de idade, filho de David Daniel Boa e de Angelina José Bernardo, natural e residente no Uige, Bairro Candombe Novo; Pedro José Nunes tcp PEDRO, solteiro de 19 anos de idade, filho de Morreira Eduardo e de Julieta Joana, natural e residente no Uíge, Bairro Candombe Velho; Saidi José Luís, tcp SAIDI, de 16 anos de idade, filho de José Luis Pinheiro Bernardo e de Cristina Isaac, natural de Luanda, residente no Bairro Candombe Velho; Gilberto André Kiala Mucanza, tcp BETINHO, solteiro de 19 anos de idade, filho de Afonso Hernani e de Teresa Kiala, natural do Songo, residente do Candombe Velho; Eulídio João de Julio, tcp OSVALDO, solteiro de 18 anos de idade, filho de Zeferino João Nzola e de Joana Capitão, natural de Quimbele, residente no Bairro Quindenuco; Miguel da Costa, tcp PAULILSON, de 17 anos de idade, filho de Marcos Zialo e de Isabel da Costa Totocolo, natural e residente no Uíge, Bairro Novo; João Ernesto Ambrosio, tcp IOÃO, de 17 anos de idade, filho de António Jão Ambrosio e de Feliciana Ernesto, natural e residente no Uíge, Bairro Caquiúia; António Neves Morreira, tcp AC, solteiro de 26 anos, filho de António Alfredo Paca e de Isabel Henriques Cabidi, natural e residente no Uíge, Bairro Cacole; Bento Bento João, tcp BENTO, de 17 anos de idade, filho de Jorge João e de Juliana Bento João, natural do Songo, residente no bairro Caquiúia, Zona 3; Anacleto João Bernardo, tcp HOMÉ, solteiro de 20 anos de idade, filho de Nelson Coxe André e de Lurdes Mafuani, natural do Luena, Província do Moxico e residente no Bairro Cacole; Moniz Makiesse Ferraz, tcp NINICA, solteiro de 18 anos de idade, filho de Arlindo Lopes José Ferraz e de Lídia Ricardo, natural e residente no Uíge, Bairro Quigima; Raul Ndombele Manuel, tcp EME, solteiro de 18 anos de idade, filho de Ndombele Manuel e de Mafuta Arieth, natural e residente no Uíge, Bairro Bungo.” Concluí a nota.

 Os marginais dos quais 30 dos Habilidosos (incluindo três mulheres) e 42 dos Bokwaram, foram detidos de 27/28 do mês e ano em curso, pelos Serviços de Investigação Criminal em conjunto com a Policia Nacional no Uíge, no cumprimento de desmantelar ambos grupos que nos últimos três dias criaram pavor no município do Uíge, com maior realce nos bairros Candombe-Velho e Bungo, respectivamente.

PUB