Covid-19: Pressão psico-emocional nas famílias alerta Psicólogo

Fomos ouvindo e vendo que as famílias, e vizinhos passaram a entrar em conflitos logo que se anuncia um caso positivo, o que é complicado". A preocupação foi manifestada pelo Bastonário da Ordem dos Psicólogos de Angola, Carlinhos Zassala.

Gabriel José

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

 

Pressão social e financeira, é o cenário que muitas famílias, angolanas têm vindo a viver fruto da covid-19.

“Fomos ouvindo e vendo que as famílias, e vizinhos passaram a entrar em conflitos logo que se anuncia um caso positivo, o que é complicado”.
A preocupação veio do Bastonário da Ordem dos Psicólogos de Angola, Carlinhos Zassala que falava em exclusivo ao Repórter Angola, sobre a pressão social e emocional face à covid-19.

Os termos quarentena, teste positivo, e a estes junta-se “suspensão de contrato” criaram uma situação e, cujas consequências ainda estão por se apurar.

O também académico, revelou que aquando, da cravava da Comissão Multissectorial, a Ordem mostrou-se disponível para colaborar, justamente tendo em conta os efeitos psico-sociais e emocionais, mas, não foi tida nem achada.

Carlinhos Zassala, avança que África, entrou com grande desvantagem por ser objectivos e não actor, na tomada das decisões mundiais e até regionais daí, até neste momento encontrar-se dependente.

Outra preocupação mostarda pelo psicólogo, é sobre a falta de estudos locais, em diferentes domínios para saber as consequências, as medidas e, ou tratamento da doença.

O lado social e emocional, mesmo não havendo números, é segundo o psicólogo, o mais afectado tendo em conta, as notícias sobre desemprego e a perda do poder de compra e financeiro.

PUB