Comboio voltar a pitar para Cuanza-norte e Malange dois anos depois

O Caminho de Ferro de Luanda (CFL) retomou esta segunda-feira (1) o serviço de transportação de passageiros para as províncias do Cuanza-norte e Malange, depois de uma suspensão de 20 meses provocada pela pandemia da Covid-19 e suas implicações.

DR

Reporter Angola c/JA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Uma composição mista composta por “cinco carruagens, oferecendo 260 lugares sentados e seis vagões para carga partiu às 6 horas e 20 minutos da estação dos Muceques em Luanda, com destino a estação do Luinha na província do Cuanza-norte”, informou CFL em comunicado assinado pelo seu porta-voz Augusto Osório.

Na próxima sexta-feira (5) será resposto o serviço de transportação de passageiros para as cidades de N’dalatando e Malange, com um comboio que partirá as 6 horas da estação dos Muceques em Luanda com destino a estação de Malange com regresso aos sábados.

 

No sábado, dia (6) de Novembro será resposto o serviço de transportação de passageiros para a cidade do Dondo, com um comboio que partirá às 6 horas da estação dos Muceques com regresso mesmo dia.

 

Segundo um comunicado do CFL, estes serviços obedecerão a uma periodicidade semanal com dias fixos.

PREÇOS DOS BILHETES DE PASSAGEM

Para Malanje: Akz 4.000,00

Para o Dondo: Akz 2.500,00

Para N’Dalatando: Akz 2270, 00

Para o Luinha: Akz 2.500,00

 

Neste âmbito, na malha suburbana foi também restituído serviço diário de passageiros para Catete.

 

Por outro lado, O CFL sublinha que o uso permanente e correcto da máscara facial é obrigatório para permanência nas estações e nos comboios.

PUB