Angola: Covid-19 leva Taxistas e cobradores submetidos a testagem em massa

A Comissão Multissectorial para a Prevenção e Combate à Covid-19 iniciou esta segunda-feira,31, a testagem em massa (testes rápidos serológicos) a cinco mil taxistas e cobradores da província de Luanda para apurar o nível de exposição ao vírus Sars-Cov-2 entre estes profissionais. constatou o Reporter Angola

Archiv NJ

com Novo Jornal

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Munda, armou, quandoa iniciativa já decorria, que os taxistas estão a ser testados no âmbito do programa de realização de testes a grupos vulneráveis.
A Comissão Multissectorial prevê testar perto de cinco mil taxistas e cobradores durante o decorrer desta semana.
Nas primeiras horas, no Marco Histórico 4de Fevereiro, no município do Cazenga, e no largo junto às bombas de combustível da Sonangol, em Cacuaco, os homens dos azuis e brancos da província de Luanda começaram a ser testados, como constatou o Novo Jornal no local.
Apesar de não se ter registado uma grande adesão de taxistas no Marco Histórico do Cazenga, como se esperava, os trabalhos começaram
pontualmente às 08:00 e o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Munda, disse que a escolha da segunda-feira foi para não prejudicar economicamente os taxistas.
“Esperamos que haja mais adesão por parte dos taxistas, porque, por serem serem um grupo vulnerável e porque temos conhecimento que o seu número é acima dos 30 mil, só em Luanda. Pretendemos ter uma fotograa daquilo que esta a acontecer na nossa população”, disse o governante.
De acordo com Franco Munda, o Ministério da Saúde tem capacidade técnica e humana para realizar cerca de três mil testes por dia e que
brevemente outros grupos de risco na província de Luanda, o epicentro da pandemia, serão submetidos aos testes rápidos serológicos.
O secretário de Estado para a Saúde Pública disse ainda que nos próximos dias a província de Luanda terá capacidade para aumentar o número de testes à população.
“Vamos aumentar nos próximos dias a capacidade de testagem na provincial de Luanda, que será de seis mil testes por dia para se ter uma ideia real da Covid-19, na nossa população”, referiu

PUB