Urgente: Congresso da UNITA anulado pelo Tribunal Constitucional, ACJ destituído

O Tribunal Constitucional deliberou está terça-feira a destituição de Adalberto Costa Júnior como Presidente do maior partido na oposição e anulou o VIII Congresso da UNITA, por irregularidades, segundo noticiou a TV Zimbo.

DR

TV Zimbo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Reunidos em plenária, os Juízes do Tribunal Constitucional deliberaram hoje a anulação do Congresso da UNITA que elegeu Adalberto Costa Júnior como Presidente do maior partido na Oposição.

Segundo fontes daquele tribunal em declarações ao Repórter Angola, ” ADALBERTO COSTA JÚNIOR concorreu a presidência da UNITA via congresso sem antes ter renunciado a nacionalidade portuguesa” , o que provocou fúria e desentendimentos de alguns Militantes ( agora desistentes) em intentar uma ação judô do TC clamando a impugnação do referido congresso.

Em reação Adalbertocosta Costa Júnior disse a imprensa que ” os tribunais constitucionais são instituições que devem congregar estabilidade, social e político mas o nosso Tribunal tem sido um instrumento partidário, se chegar até a este nível, só de dizer que nós há muito que estamos preparados para interferências e temos garantias de continuidade” declarou sem adiantar se devia recorrer da decisão.

Segundo Cândido Wajimuene, um dos delegados que impugnou o congresso, falando ao Factos Diários, fez entender que a impugnação poderá, sem sobra de dúvidas, resolver os problemas internos e salvar a UNITA dos dirigentes que semeiam ódio e instabilidade no seio dos militantes.

Para o militante e representante dos demais delegados fez lembrar num passado recente que “a única solução de salvar a UNITA é tirar ACJ na presidência do partido porque internamente não existe paz e a iniciativa da Tripartida veio complicar ainda mais porque a Comissão Política e o Comitê Permanente ainda não reuniu para encontrar um denominador comum”.

Domingos Pedro, o outro subscritor, revelou à que 80% dos Mais Velhos do partido, não estão com ACJ “porque ele está a desviar o princípio ideológico da UNITA, não devia permitir fazer pacto com os grupos de indivíduos que desgraçaram o país durante décadas. A decisão do Tribunal veio ajudar na ressurreição da UNITA”, lembrou.

O Tribunal Constitucional (TC) de Angola votou hoje pela anulação do 8.º Congresso da UNITA em que saiu vencedor o atual presidente do “Galo Negro”, Adalberto da Costa Júnior.

 

Adalberto da Costa Júnior tornou-se o terceiro presidente da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) em 15 de novembro de 2019, conquistando mais de 50% dos votos num universo de 960 eleitores.

PUB