Tribunal constitucional chumba ultimo recurso do PRA-JA Servir Angola

Tribunal Constitucional “chumbou”, esta quinta-feira, 27, o recurso interposto para a legalização do projecto político de Abel Chivukuvuku.

Reporter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Segundo o acórdão do TC, o Partido do Renascimento Angolano – Juntos por Angola (PRA-JA) – Servir Angola, de Abel Chivukuvuku, foi chumbado definitivamente pelo Tribunal Constitucional, por não haver razões de sua legalização.

O Tribunal Constitucional justificou o “chumbo” do recurso para a legalização da formação política, por exemplo, com o facto de algumas assinaturas de cidadãos não estarem em conformidade com as que constam nas cópias dos seus bilhetes de identidade.

Chivukuvuku ainda não se pronunciou sobre a rejeição do recurso mas anunciou recentemente ter negociações bastante avançadas com partidos da oposição para liderar no próximo pleito eleitoral.

PUB