Presidente João Lourenço é reformador que veio salvar Angola diz analista

As reformas implementadas pelo chefe de Estado no poder há tres anos tem dividido opiniões entre analistas, Agostinho Dos Santos diz que" João Lourenço mudou o paradigma".

DF

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Em três anos de Governação, o Presidente João Lourenço mudou o paradigma, já não existe impunidade, todos têm medo de mexer como o que acontecia há 5 anos atrás.

Analistas não acreditam que Joao Lourenço esteja a fazer perseguição a empresaria Isabel Dos Santos, ou uma justiça selectiva com determinadas pessoas e consideram infundadas tais ideia e informações divulgado por alguns sites de noticias.

“O Governo de Angola não está a perseguir  a empresária Isabel dos Santos por alegados casos de corrupção dos quais é acusada no país e em Portugal”, defende Domingos Pedro, analista que por seu entender  o MPLA, liderado pelo Presidente angolano João Lourenço, assumiu como bandeira o combate à corrupção, e pediu colaboração da sociedade, das famílias, escola e igrejas, “no sentido de moralizar toda a sociedade contra as más práticas”.
as instituições são independentes, e é infundada a informação ou ideia de perseguição contra Isabel Dos santos diz Joaquim Manuel politologo “Esta é uma prova evidente que o  programa está a ser colocado em marcha. Em Angola temos o poder legislativo, o poder executivo e o poder judicial, no âmbito da separação de poderes, e o poder judicial está a fazer o seu papel no âmbito do combate à corrupção, e este processo enquadra-se precisamente neste sentido”.

A Justiça angolana, é imparcial ninguém tem olhos virados para uma única pessoa, os tribunais são independentes tem desempenhado um papel importante nos últimos anos, com o cumprimento do Programa do Presidente João Lourenço no que diz respeito ao combate contra a corrupção.

desde que João Lourenço colocou – se em frente do destino do País, ocupando o cadeirão mais elevado da Pátria Angolana. João Lourenço tem sido o factor decisivo da unidade quer no seio do MPLA como no âmago do País, por isso as ações da justiça em recuperar o dinheiro roubado por uma minoria rica, não se pode confundir com perseguição politica contra Isabel Dos Santos, ou da família Dos santos.

PUB