Na Lunda Norte: ex-administradora detida por desvio de verbas destinadas ao combate à malária

A ex-administradora do município do Cuango, na Lunda Norte, Angélica Umba Macano, foi detida, nesta quinta-feira, 27, no Dundo, acusada de desvio de dois mil milhões de kwanzas, destinados ao programa de combate à malária, em 2017.

Reporter Angola com CK

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Angélica Macano foi detida, por ordem do Tribunal Provincial da Lunda Norte, com o ex-director municipal do gabinete de Estudo, Planeamento e Estatística do Cuango, Gerson Machimata, o empresário Domingos da Costa, um funcionário bancário, o actual director municipal da Saúde, Omar Calumbo e mais oito pessoas arroladas no processo.

Os cidadãos estão a ser acusados de crimes de peculato, participação económica, associação criminosa e branqueamento de capitais.

O valor supostamente desviado, segundo apurou à Angop do Tribunal Provincial, estavam destinados à aquisição de medicamentos para combater o surto da malária que assolou a população do Cuango em 2017.

a informação, foi confirmada ao ANGOP e confirmada pelo comandante da policia local ao Reporter Angola.

PUB