Lucas Ngonda levou militantes do MPLA para o votar no Congresso da FNLA

O Presidente cessante da FNLA Lucas Bengi Ngonda, é acusado de ter contratado 19 delegados fantasmas, militantes do MPLA para o eleger no último conclave que elegeu Nimi a Simbi como Presidente do partido dos irmãos.

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Os congressistas notaram a presença estranha de militantes que nunca compareceram nas estruturas do partido, só apareceram no dia do voto.

Neste dia, os supostos militantes do MPLA, foram surpreendidos pela organização ao congresso que começou por os questionar ” quem é o teu chefe e secretário municipal, províncial, vens de onde ?”, Informou uma fonte do partido dos irmãos aos microfones do Repórter Angola.

“Daí os homens não conseguiam responder, e foram expulsos, eram membros do partido MPLA que queriam inviabilizar o processo e legitimar o Lucas Ngonda”

PUB