Genarais do MPLA constituídos arguidos

Os generais Manuel Hélder Vieira Dias Júnior e Leopoldino Fragoso do Nascimento foram constituído arguidos num processo que decorre junto do ministério público. segundo a notificação que Repórter Angola teve acesso, os arguídos estão arrolados e associado aos negócios ligado a CIF- China Internacional Fund que levou o Serviço Nacional de Recuperação de Activos a apreender, em Fevereiro passado, dois edifícios ligados a esta empresa.

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A Procuradoria Geral da República está em vias de anunciar a constituição como arguidos dos generais Manuel Hélder Vieira Dias Júnior e Leopoldino Fragoso do Nascimento que decorrem nesta instituição do ministério público.

O processo que envolve os dois generais está associado aos negócios ligado a CIF- China Internacional Fund que levou o Serviço Nacional de Recuperação de Activos a apreender, em Fevereiro passado, dois edifícios ligados a esta empresa.

O edifício “CIF one” construído com fundos da linha de credito chinês passou a ser dado a certa altura como a sede dos negócios do regime angolano com a República Popular da China. O vigésimo quarto (24) andar deste edifício acolhe os escritórios do Grupo “Cochan”, detido pelo General Leopoldino Fragoso do Nascimento “Dino”, que junto com Manuel Domingos Vicente, Manuel Hélder Vieira Dias “Kopelipa” , Sam Pa, e Pierre Falcon, formam os acionistas da “China International Fund Limited” sedeada em Hong Kong.

PUB