Factchenking: Assessores da Presidência Angolana não ficaram retidos em Lisboa

Segundo o portal Club K, Uma delegação integrada por assessores da Presidência de Angola que deveria seguir para Glasgow, Escócia, a fim de acompanhar neste final de semana, o Presidente João Manuel Goncalves Lourenço, na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática de 2021, viu-se “retida” na capital portuguesa por alegados motivos de desorganização. O Reporter Angola fez um Factchenking para apurar a veracidade desta informação: verdade ou falso ? 24horas retidos, quer dizer que o Presidente João Lourenço chegou sábado na Escócia sem os seus assessores?

Daniel Frederico

Reporter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A veracidade desta informação, foi checada pela equipa do Reporter Angola especializada em matéria de Factchenking, para se descobrir a verdade.

Segundo o portal Club K e tomado por vários sites, com título ” Grupo de avanço da PR retido em Lisboa”, relata ainda que na manhã de sexta-feira “os Assessores da Presidência Angolana provenientes de Luanda, Postos em Lisboa, a delegação viu-se confrontada com problemas de coordenação e ausência de comunicação acabando todos por ficarem uma noite na capital portuguesa, e com prejuízos  financeiros”, o que não condiz com a verdade.

 

segundo a notícia “Ficaram inicialmente retidos em Lisboa, a delegação que acompanhava o assessor de imprensa, Luís Fernando, o brigadeiro Filipe Figueiredo que exerce as funções   de Secretário para os Assuntos de Telecomunicações e Informática da Casa de Segurança, e um homem de campo, Bernardo Adão Sebastião e um grupo de 20 assistentes na qual fazia parte um homem de campo, Coronel Bernardo Adão Sebastião. Resolvido os problemas a caravana seguiu viagem depois de 24horas”, nas diplomacia modernas, com as novas tecnologias de informação, sem dispensar o consulado ou embaixador acreditado neste país, tal facto fica longe de acontecer, aliás se assim acontecesse, estaremos em presença de uma violação de acordos diplomáticos.

Ora vejamos, como poderia ficar uma equipa de avanço do Presidente da República por 24horas, enquanto o mesmo tencionava chegar no sábado a Escócia?

A verdade é que, a Caravana onde se fazia presente Luís Fernando, secretário para imprensa do Presidente João Lourenço, chegou a Capital Portuguesa, Lisboa às 7h15minutos e seguiu a viagem uma hora depois, por se tratar de que a companhia em que se poderia seguir a viagem não era a mesma proveniente de Luanda, num vôo de ligação absolutamente normal e sem atrasos, assegurou uma fonte do Reporter Angola.

Segundo um diplomata angolano, apartir de Lisboa, confidenciou ao Reporter Angola que ” trata-se de meras especulações de sempre, a caravana saíu-se de Lisboa no mesmo dia e sem constrangimentos”, confirmou.

Nestes tipos de informações, os leitores são aconselhados a checar bem as fontes das mesma, para não se repetir os erros como a das recentes Fake News, como  o que disse num vídeo de que “não havia obras da refinaria de Cabinda”

Tal como  No Uíge também  disseram que “o hospital inaugurado tinha sido esvaziado mal as entidades se retiraram”, o que não corresponde com a verdade.

O evento em Glasgow, Reino Unido, reúne vários chefes de Estados e de governo, entre os quais o americano Joe Biden, o brasileiro Jair Bolsonaro e o angolano João Lourenço, para discutir mudanças climáticas, recuperação económica e distribuição mais ampla de vacinas de prevenção ao Covid-19.

PUB