DAVID MENDES SEM ADVERSÁRIO PARA AS AUTARQUIAS NO CAZENGA

Sociedade civil e política do Cazenga, querem o deputado pela Assembleia Nacional David Mendes como seu preferido nas autarquias caso acontece este ano de 2021.

António Lenga-Lenga

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A sociedade civil e política do Cazenga, querem o deputado pela Assembleia Nacional David Mendes como seu preferido nas autarquias caso acontece este ano de 2021.

O Repórter Angola fez uma sondagem se as eleições autárquicas se realizem em 2021 quem seria o vencedor, a maior parte dos entrevistados escolheram David Mendes e Tomás Bica Mumbundo, caso este fosse indicado pelo MPLA na lista do Cazenga.

Joana Cabenga morador no bairro Tala Hady, no antigo município mais populoso de Luanda refere que, “as autarquias trazem benefício no desenvolvimento de uma sociedade, 2é que os nossos eleitos vão prestar uma maior atenção na circunscrição que foi eleito. Actualmente os administradores que são nomeados estão, mas preocupados em mostrar, mas actividades políticas do que criarem políticas públicas credíveis”, frisou.

Avança dizendo que, “desde que se começou a falar de autarquias em Angola a única pessoa que demonstra que está com a população do Cazenga é o David Mendes tem estado em várias partes da zona, quer em passeio como em visita. Nunca vi nenhum político, quer os do partido governante. Se os membros do MPLA aparecem é para fazer, mas promessas irrealizáveis”, refere.

Adianta que, o MPLA no Cazenga nunca indicou nenhum nome de forma oficial para concorrer as autarquias no bairro, “mas ouvimos dizer que seria o antigo administrador, mas também vimos que ele nunca apresentou nenhum programa para melhorar as condições de vida destas populações. Agora com a vinda de Tomás Bica, acreditamos que ele vai ser o candidato do MPLA, e vai concorrer com David Mendes, mas mesmo assim o homem do partido no poder vai perder, porque ao longo de vários anos andaram a enganar estas populações”, recorda.

Por sua vez, Pedro Martelo morador do bairro Mabor Olímpia refere que, “preferimos David Mendes por ser um filho do Cazenga, que nasceu naquele bairro e ´também cresceu, sai depois de construir família, mas está sempre com nós. Ainda não vi uma pessoa certa e séria para dirigir o Cazenga que não seja ele. Eu sou militante do MPLA, activo nesta zona e temos orientado as populações que caso as eleições autárquicas fossem realizadas neste ano iriamos votar no David Mendes, por ser, mas sério, e tem carácter em relação a muitos políticos que dirigem o governo deste município”, elucida.

Refere que, a eleição autárquica não poderia ser apenas no município, “elas devem também acontecer na comuna e no distrito. Infelizmente ninguém quer saber da comuna e do distrito tal como acontece noutras partes do mundo, como em Portugal e na Namíbia. A forma como está a acontecer o modelo autárquico é discriminatório e viola a Constituição”, disse.

Já a idosa Nga Palassa, moradora do Cazenga popular, esclarece que, “gostaria que antes de morrer aparecesse algum filho do Cazenga que governasse para a melhoria dobairro, acabassem com os becos, e as águas nauseabundas nas ruas, assim como a iluminação pública. Mas daqui que me fala, acredito no David Mendes. Embora que já tivemos o Tany Narciso, como administrador e prometeu tanta coisa que nunca realizou, mesma a recolha do lixo nunca concretizaram em nada. Espero que não adiam, mas o sonho da população em escolher as pessoas para nos governar. Os administradores que aparecem no Cazenga, serve apenas para se servirem e deixar a população numa pobreza extrema”, alerta.

Apuramos que as organizações extraparlamentares vão também apoiar a candidatura de David Mendes para derrubar o candidato do MPLA que não tem qualquer aceitação.

PUB