Daniel Mingas ex-director do ISCED em Luanda é apontado como dono das malas de milhões usado por Pedro Lussaty

O Presidente João Lourenço, exonerou a 28 de Maio último,O director do Gabinete de Estudos Estratégicos Daniel Mingas Casimiro, do cargo de director do Gabinete de Estudos Estratégicos da Casa de Segurança do Presidente da República, nos termos da Lei de Defesa Nacional e das Forças Armadas, ouvido o Conselho de Segurança Nacional. Irmão do Ex- comandante geral da Polícia Nacional " Panda", Mingas além de professor de histórias contemporâneas do ISCED Luanda onde já desempenhou cargo de reitoria, foi o sétimo elemento da segurança presidencial .

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Pedro Lussaty é tido como a testa de ferro do general Daniel Mingas Casimiro, antigo Director do Gabinete de Estudos Estratégicos é exonerado pelo Presidente da República, João Lourenço, na sexta-feira, 28 de Maio, do cargo de director do Gabinete de Estudos Estratégicos da Casa de Segurança do Presidente da República, nos termos da Lei de Defesa Nacional e das Forças Armadas, ouvido o Conselho de Segurança Nacional, segundo fontes deste Jornal.

” Foi nosso professor de história contemporânea,ausentava todos tipos desses carros e tem muito mais dinheiro do que o exibido pelo Lussaty, e este foi o chefe dele, tudo indica que o dinheiro pertence ao Professor Daniel Mingas que está a solta” denúncia um dos seus estudantes do ISCED em Luanda.

Fonte do palácio de Luanda, não avança se a PGR já realizou buscas e apreensões na sua residência.

Em actualização…….

PUB