CASA-CE formalizou hoje a candidatura junto do TC para eleições de Agosto

A coligação CASA-CE, formalizou esta quarta-feira 15, junto do Tribunal Constitucional angolano a sua candidatura para concorrer nas próximas eleições de 24 de Agosto, com uma lista de 120 deputados e 21 mil assinaturas de cidadãos, informou hoje a Imprensa Sikolu Alexandre cordenador da campanha eleitoral.

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Por volta das 16h50minutos, uma caravana da Coligação CASA-CE, chegava ao tribunal constitucional, com perto de 55 pastas para formalização da sua candidatura para as eleições.

Cordenador por Sikonda Lulendo Alexandre, director da Campanha eleitoral da coligação, a delegação foi coadjuvado pelo mandatário Carlos Jascinto e o líder provincial de Luanda, Hélder Chihuto.

A delegação da Coligação foi chefiada pelo seu mandatário, Carlos Jacinto, acompanhado do vice-presidente, Sikonda Lulendo Alexandre, que é também o coordenador da Campanha da CASA-CE, da Vice-presidente para a Comunicação e Marketing, Cesinanda de Kerlan Xavier, da Secretária Nacional da MPA, Natilde Freire e de Hélder Chihuto Cabeça-de-lista pelo círculo de Luanda.

 

Após a entrega, o Coordenador da Campanha Eleitoral da CASA-CE, Sikonda Lulendo Alexandre, disse a imprensa, que está convicto de que a candidatura será aceite, à primeira, razão pela qual foram entregues hoje mais de 21 mil subscrições de cidadãos nacionais que dizem rever-se no projecto da CASA-CE.

 

O número triplicado de assinatura, em relação às sete mil exigidas por lei, deve-se, de acordo com o político, a necessidade de evitar “um eventual suprimento ao processo”.

 

Com a entrega, nesta quarta-feira a CASA-CE, torna-se assim na segunda formação política a proceder a entrega formal da sua candidatura ao TC, depois do MPLA na quinta-feira 9 de junho.

 

O processo que a coligação deu entrada junto do Tribunal Constitucional tem como Cabeça de lista e candidato a Presidente da República o economista Manuel Fernandes, e candidato a Vice-Presidente o jurista Alexandre Sebastião André.

 

PUB