Carta Aberta dos Trabalhadores do Supremo Tribunal Militar para JLO

General Cristo António Salvador Alberto, Juiz Presidente do Supremo Tribunal Militar. Um autêntico ditador faz do Supremo Tribunal Militar sua propriedade, não respeita o plenário muitas vezes os Juízes Conselheiros entram calados e saem mudos em reuniões dirigidas por ele, monopolizando as repartições Finanças, Serviços Gerais e Organização e Planeamento, Gabinete de Intercâmbio coadjuvado Pelo Seu Vice Presidente Tenete General Gabriel João Soki e Coronel Albino Sanhega apelidado por “Kota Cafrique” este por ser o pau mal mandado do Juiz Presidente.

DR

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA E A SOCIEDADE CASTRENCE

O ano de 2020 foi um marco na vida do povo Angolano e do Mundo por causa do actual contexto que é a covid19, o executivo Angolano tem envidado esforços para a melhoria de vida de seus concidadãos.

Os militares e trabalhadores civis do Supremo Tribunal Militar vivem, os piores nove meses com a chegada ao poder do General Cristo António Salvador Alberto, Juiz Presidente do Supremo Tribunal Militar.Um autêntico ditador fazendo do Supremo Tribunal Militar sua propriedade, não respeita o plenário muitas vezes os Juízes Conselheiros entram calados e saem mudos em reuniões dirigidas por ele, monopolizando as seguintes repartições Finanças, Serviços Gerais e Organização e Planeamento, Gabinete de Intercâmbio coadjuvado Pelo Seu Vice Presidente Tenete General Gabriel João Soki e Coronel Albino Sanhega apelidado por “Kota Cafrique” este por ser o pau mal mandado do Juiz Presidente. Trabalhando de forma desalinhada com o objectivo do Executivo angolano, desrespeitando todos os Decretos Presidências e contrariando as orientações do Chefe Estado Maior General das FAA.O Juiz Conselheiro Presidente Cristo António Salvador Alberto é contra a equidade, direitos humanos, a melhoria das condições de vida dos trabalhadores com o corte salarial, criando condições para os trabalhadores serem aliciados e vulneráveis a corrupção, contrariando o programa do Presidente da República e do seu executivo.Excelências Gostaríamos que nos esclarecessem se o corte do salário é justo ou injusto? Se for justo que seja feita a vossa vontade, e se for injusto provavelmente muitos dos julgamentos terão tratamentos semelhantes neste Supremo Tribunal Militar.Ano de 2020 o Supremo Tribunal Militar recebeu uma prenda que ninguém esperava “ uma raposa com a pele de cordeiro que esta a devorar as galinhas”.A situação no Supremo Tribunal Militar é grave, não aguentamos mais com este sofrimento como viver com um salário de 42.000kz e 82.000kz?Quantas crianças ficarão fora do sistema de ensino sabendo que os seus pais não terão como pagar as propinas?Como e aonde vamos viver se nem dinheiro para pagar as rendas habitacionais temos?Tememos por frustrações de muitos trabalhadores, que muitos são mães e ao mesmo tempo exercem o papel de pais, não desejamos que os nossos filhos enveredam pelas práticas não boas como prostituição e delinquências, já se vive no seio familiar de trabalhadores do Supremo Tribunal Militar consequências drásticas como: conflitos conjugais, e consumo excessivo de bebidas alcoólicas. Enquanto os Juízes de forma exclusiva e suas famílias, estão a ter um natal abastado comendo grandes nacos , ao passo que os militares não Magistrados e trabalhadores civis não possuem uma cesta básica condigna, comendo pinhas. A nossa ceia de natal esta sem brilho porque o Juiz Presidente fez dela escura. Com esta situação que vivemos no Supremo Tribunal Militar vimos mais de 350 Militares entre eles oficiais superiores, tenentes, subalternos, sargentos e Praças e 150 trabalhadores civis descontentes, com comportamentos inapropriados que podem originar inúmeros conflitos sociais e paralisações gerais dos trabalhos. Soltamos o nosso grito de socorro as entidades afins e de forma especial a Sua Excelência Presidente da República de Angola Camarada João Manuel Gonçalves Lourenço, esperamos que ao ler esta carta o Senhor usa a sabedoria e todo o poder que lhe compete como Presidente que vele pela nossa situação, não nos deixe nas mãos ou ao cuidado deste demónio General Cristo António Salvador Alberto.

Por favor salvem o Supremo Tribunal Militar

PUB