Benguela acolhe acto de massa em homenagem a Jonas Savimbi

A Província de Benguela acolhe este sábado o acto de massas, numa cerimônia de homenagem ao líder fundador Jonas Malheiro Savimbi que em vida completaria 87 anos, o actual Presidente deste maior partido na oposição angolana, Adalberto Costa Júnior que já se encontra na capital da província ao centro sul do país, vai presidir o acto.

Jonas Pensador

Daniel Frederico

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A Província de Benguela testemunha este sábado 07 de Agosto, uma mega festa, em alusivo a homenagem do líder fundador do maior partido da oposição em Angola, a União para Independência Total de Angola, UNITA que hoje festeja a semana natalícia do seu antigo presidente Jonas Malheiro Savimbi, que em vida completaria 87 anos, à 3 de Agosto.

O acto das massas que conta com a presença do seu presidente actual, Adalberto Costa Júnior, acontece numa altura em que o partido luta para conseguir ” alternar o poder em Angola nas próximas de 2022,  depois de 55 anos  da sua fundação”, em 1966 por Jonas Savimbi.

Convicto a não perder o poder, Adalberto Costa Júnior, eleito em Outubro de 2019, tenta juntar-se a uma ” Ampla Frente Patriótica” que coliga o Bloco Democrático, partido de Filomeno Vieira Lopes, o Precto Político PRA-JA Servir Angola de Abel Epalanga Chivukuvuku e a UNITA, para que nas próximas eleições de Agosto de 2022, possam deixar cair o Movimento Popular para Liberação de Angola, o MPLA, que governa o país desde 1975 após a sua independência a 11 de Novembro.

Adalberto Costa Júnior diz estar convencido de que a maioria da população angolana, irá o votar , atendendo a actual situação económica que o país atravessa, por que, segundo ele ” os angolanos estão cansados , querem o cumprimento das promessas eleitorais de 2017, e passados quatros anos nada foi cumprida, desde os 500 mil empregos até ao elevado custo de vida e altos preços da cesta básica”.

Para o líder da oposição angolana , ” o povo diz basta a má governação”, e quer alternância do poder em 2022.

A sua chegada em Benguela, o Presidente da UNITA foi recebido com um apoio incondicional e enorme multidão pelos partidários de Adriano Sapinala, actual secretário provincial do partido UNITA em Benguela.

PUB