Estados Unidos: Barack Obama em todas as frentes contra Donald Trump

A menos de uma semana para as Presidenciais norte-americanas, Barack Obama está a multiplicar as reuniões públicas, apoiando o seu antigo vice-presidente, Joe Biden. Em Orlando, na Flórida, Barack Obama criticou a gestão da pandemia de Covid-19 feita por Donald Trump.

DR

RFI com AFP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A reunião pública parecia um ‘drive, lugar onde as pessoas podem recolher a comida ou as compras sem sair do carro, visto que, com a pandemia de Covid-19, Barack Obama exprimiu-se perante… carros. A nova era também fez com que os aplausos sejam substitutos por buzinadelas.

Um ‘à parte’ num discurso ofensivo de Barack Obama contra o actual presidente, Donald Trump, criticando este último devido à gestão da pandemia de Covid-19: «Ele diz que as pessoas dão muita importância à Covid. Parece que está ciumento da cobertura mediática da Covid! Ele que transformou a Casa Branca em ‘cluster’!».

O novo coronavírus trouxe novos hábitos e este é um deles, um antigo Presidente a criticar o seu sucessor, algo nunca visto nos Estados Unidos. No entanto, após quatro anos de silêncio sem responder às provocações de Donald Trump, Barack Obama decidiu falar e atacar isto a poucos dias das Presidenciais.

«Quando perguntamos ao Trump o que ele teria feito de diferente, sabem o que ele responde? Pouco mais. Pouco mais? A sério? Talvez poderia ter evitado de nos aconselhar a beber lixívia para curarmos da Covid», atirou o antigo Presidente dos Estados Unidos.

A reunião pública de Barack Obama foi transmitida em directo em diversos canais de informação, inclusive a ‘Fox News’, que alegadamente seria mais favorável a Donald Trump.

Foi a terceira reunião pública para apoiar o seu antigo vice-presidente. O objectivo não é ganhar novos eleitores a menos de uma semana da votação, mas sim pedir que todo o eleitorado democrata vá votar, isto para derrotar Donald Trump, algo que não foi feito em 2016 ainda segundo o antigo Presidente Barack Obama.

PUB