França começa a desconfinar na segunda-feira

Em França acaba de se levantar o véu relativamente ao calendário do desconfinamento. O anúncio deveria ser comunicado só a partir desta noite à imprensa regional, mas acabou por filtrar antes. O processo de desconfinamento decorrerá em quatro etapas entre 3 de Maio e 30 de Junho.

DR

RFI/ AFP

RFI/ AFP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Na segunda-feira deve acabar a limitação de deslocações num raio máximo de 10 kms e reabrem as escolas secundárias.

O recolher obrigatório deve passar a 19 de Maio para as 21h, duas horas mais tarde do que actualmente, e para as 23 a 9 de Junho antes de ser levantado no dia 30 do mesmo mês.

19 de Maio devem reabrir as esplanadas com mesas de um máximo de seis pessoas, lojas, museus, cinemas, teatros, recintos desportivos voltariam também a abrir, mas só para lugares sentados, 800 no máximo no interior, 1 000 fora.

Os restaurantes e cafés deveriam reabrir a 9 de Junho, com um máximo de seis pessoas por mesa.

Com o fim do recolher obrigatório a 30 de Junho devem chegar ao fim também as limitações impostas à capacidade de pessoas, se a situação sanitária o permitir.

FRANÇA/COVID

França começa a desconfinar na segunda-feira

O presidente francês Emmanuel Macron no Eliseu a 29 de Abril de 2021.
O presidente francês Emmanuel Macron no Eliseu a 29 de Abril de 2021. AP – Lewis Joly

Em França acaba de se levantar o véu relativamente ao calendário do desconfinamento. O anúncio deveria ser comunicado só a partir desta noite à imprensa regional, mas acabou por filtrar antes. O processo de desconfinamento decorrerá em quatro etapas entre 3 de Maio e 30 de Junho.

PUBLICIDADE

Na segunda-feira deve acabar a limitação de deslocações num raio máximo de 10 kms e reabrem as escolas secundárias.

O recolher obrigatório deve passar a 19 de Maio para as 21h, duas horas mais tarde do que actualmente, e para as 23 a 9 de Junho antes de ser levantado no dia 30 do mesmo mês.

19 de Maio devem reabrir as esplanadas com mesas de um máximo de seis pessoas, lojas, museus, cinemas, teatros, recintos desportivos voltariam também a abrir, mas só para lugares sentados, 800 no máximo no interior, 1 000 fora.

Os restaurantes e cafés deveriam reabrir a 9 de Junho, com um máximo de seis pessoas por mesa.

Com o fim do recolher obrigatório a 30 de Junho devem chegar ao fim também as limitações impostas à capacidade de pessoas, se a situação sanitária o permitir.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Os acontecimentos com mais de 1 000 pessoas passariam a ser possíveis mediante a apresentação de um teste negativo ou um certificado de imunidade relativamente à Covid-19.

Este calendário poderia evoluir em caso de um agravamento da situação sanitária, distrito por distrito.

A vacinação, a partir deste fim de semana, seria alargada a todos os adultos obesos, até ao momento só os maiores de 55 anos, sofrendo de obesidade, poderiam ser vacinados.

A entrevista do presidente francês, com o pormenor desta calendarização, deve ser publicada a partir desta noite na imprensa regional.

 

PUB