Sonangol põe à venda Hotel Florença

A Petrolifera Estatal Angolana Sonangol abriu um concurso público para a venda do Hotel Florença, unidade com a categoria de três estrelas localizado em Luanda, no âmbito do programa privatizações de activos do Estado e de desinvestimento fora do seu "core business".

Archiv Agencia Angop.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

O prazo da entrega das candidaturas vai até 16 de Outubro, às 11horas, de acordo com o anúncio publicado na edição desta segunda-feira, do Jornal de Angola.

O concurso, para a compra do Hotel Florença, localizado na região de Talatona, está aberto a entidades nacionais e estrangeiras.

A apresentação das propostas pelos candidatos decorre até 04 de Dezembro próximo.

Para caução provisória, a Sonangol está a exigir 60 mil dólares norte-americanos ou o contravalor em kwanzas à taxa de câmbio do Banco Nacional de Angola (BNA).

Este é o segundo empreendimento hoteleiro colocado à venda pela Sonangol em menos de uma semana, depois do Hotel Convenções Talatona, com cinco estrelas, empreendimento cuja construção custou mais de 200 milhões de dólares.

Além destes dois investimentos, a Sonangol abriu o concurso para a venda de activos e participações no sector do turismo, depois de em Janeiro ter colocado em privatização seis empresas com sedes em Angola, Portugal, Estados Unidos e França.

No relatório e contas de 2016 da Sonangol, a rubrica hotéis incluía investimentos nos hotéis HCTA, Maianga, Florença e Base do Kwanda, que estão a ser explorados por entidades terceiras, ao abrigo dos contratos de exploração.

PUB