Refinaria de Cabinda entra em funcionamento em 2022

A primeira fase de construção da refinaria de Cabinda estará concluída em 2022, garantiu esta sexta-feira 15, o Presidente da República durante o discurso sobre o Estado da Nação, proferido na Assembleia Nacional, que marcou também a abertura do Ano Parlamentar 2021-2022.

Área de construção da Refinaria

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

O Chefe de Estado que discursava na Assembleia Nacional, diz que “Para aumento da capacidade de refinação de combustíveis, está em curso a ampliação da Refinaria de Luanda, que uma vez concluída terá uma produção de gasolina quatro vezes superior à actual, assim como a construção da refinaria de Cabinda com a capacidade de refinação de 60 mil barris/dia, estando prevista para o primeiro semestre de 2022 a conclusão da primeira fase”, fez saber , entrando logo ao serviço da economia e das populações da província.

Foi igualmente lançado e decorre o concurso para a construção da refinaria do Soyo, com uma capacidade para 100.000 barris/día”.

No momento, estão sendo preparadas as llfundações, enquanto se espera pela chegada dos tanques e equipamentos pesados, mas tudo dentro do cronograma previamente definido.

A obra está a ser executada pela Odebrecht Engenharia e Construção (OEC) a convite da Gemcorp e da Sonangol proprietárias do empreendimento, avaliado em cerca de 920 milhões de dólares.

A refinaria modular está sendo construída em Houston, nos Estados Unidos da América e deve chegar a Cabinda em Abril de 2022.

A conclusão da primeira fase do projecto vai permitir o processamento de 30 mil barris de petróleo bruto numa unidade de destilação e tratamento de querosene e a obtenção de Jet- A1.

“A segunda fase tem como objectivo aumentar a capacidade de refinação para 60 mil barris e a instalação de uma planta de gás e uma unidade de HDS” que vai aumentar a capacidade de refinação de combustíveis no país e beneficiara a economia local, destacou o chefe de Estado.

A terceira fase consistirá no melhoramento das especificações dos principais produtos e na conversão de HFO em produto primário como gasolina e gasóleo.

PUB