Angola abre concurso para gestão de supermercados que eram de generais

Angola vai abrir um concurso público para gestão da rede de hipermercados e supermercados Kero, cujo capital social é detido em 90% pelo Estado, refere um despacho presidencial hoje tornado público.

DR

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A cadeia de retalho era detida pelos generais Hélder Vieora Dias ‘Kopelipa’ e Leopoldino Fragoso do Nascimento ‘Dino’, elementos da Presidência da República, ao tempo do ex-Presidente de Angola José Eduardo dos Santos e do ex-vice-Presidente Manuel Vicente.

O Despacho Presidencial 89/21, de 11 de junho, publicado em Diário da República, refere que o concurso é aberto considerando que o Estado angolano passou a deter 90% do capital social do Grupo Zahara Comércio S.A, que deste modo passou a integrar o setor empresarial público, como empresa de domínio público.

Nesse sentido, o Presidente angolano aprovou a cessão do direito de gestão da rede de hiper e supermercados Kero, delegando aos ministros das Finanças e Indústria e Comércio a condução e verificação da legalidade de todos os atos inerentes ao procedimento do concurso público.

Em outubro de 2020, a Procuradoria-Geral da República de Angola anunciou que depois de constituídos arguidos, os generais procederam à entrega ao Estado de vários ativos, entre os quais a cadeia de retalho Kero.

PUB