Angolanas regressam aos triunfos diante do Nepal

Um dia após a derrota de Angola no quadro feminino diante das Filipinas, foi a vez da Selecção Nacional regressar aos triunfos diante do Nepal, em Chennai, na Índia.

DR

JA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Na quinta jornada das Olimpíadas de Xadrez, as angolanas viram a Mestre Internacional Feminina e melhor classificada do conjunto nacional na categoria, Esperança Caxita, bater a Mestre Fide Feminina nepalesa, Sujana Lohani, na mesa 1.

Por volta da 25.ª jogada, Caxita fez um lance inferior ao mover a dama de d2 para d1, permitindo à adversária avançar com o peão para g4, controlando o espaço na ala do rei.

Essa concessão dificultou a busca pelo triunfo, mas este acabou por chegar na marca das 60 jogadas.

Na mesa 2, a Mestre Fide Feminina, Luzia Pires, quis recuperar do desaire da última sessão, e desta vez enfrentou com as peças negras, Binita Kapali, mostrando solidez defensiva quanto às posições facilitadas pelos movimentos resultantes da abertura.

Tendo construindo com maestria uma vantagem em relação à adversária, guiando-a ao regresso vitorioso após o abandono da oponente a uma jogada do inevitável xeque-mate.

Na mesa 3, Jemima Paulo vinda do descanso depois da derrota com a Estónia, estava com as baterias recarregadas, pronta para dominar o encontro desde o início, foi isso que fez, não dando qualquer margem de possibilidade para Shanti Dhimal dar à volta, e vencendo ao cabo de 39 jogadas.

Na mesa 4, a jogadora menos cotada da Selecção nacional Feminina em prova, Renelsa Taiane, defrontando uma jogadora com uma classificação não muito longe da sua, perdendo naquela que foi a sua terceira exibição desde que entrou na competição.

Anisha Neupane dominou o duelo do início ao fim, anulando todo tipo de chances que a angolana pudesse ter tido.

O cansaço acumulado para Renelsa também parece ter jogado a favor da adversária nepalesa.

Com este resultado, Angola venceu o Nepal, por 3-1.

PUB