Líder da oposição congolesa, morre de complicações covid-19, no dia das eleições

"Meus queridos compatriotas, estou com problemas, estou lutando contra a morte, mas mesmo assim peço que se levantem. Vão e votem pela mudança. Eu não terei lutado por nada. Lutem por isso. "

com DW

Repórter Angola

Repórter Angola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Essa foi a última ligação do líder da oposição congolesa Guy-Brice Parfait Kolelas para seus compatriotas enquanto lutava contra as complicações do covid-19.

Kolelas, de 60 anos de idade, morreu de complicações covid-19 no domingo, disse seu gestor de campanha.

O principal rival do presidente Denis Sassou Nguesso na eleição presidencial de domingo, morreu num avião médico a caminho de França.

O gestor de campanha, Rodrigue Mayanda, disse à AFP que o falecido estava na liderança em muitas localidades, acrescentando que “continuaremos contando as cédulas”.

O adversário tinha testado positivo para Covid-19 na tarde de sexta-feira. Kolelas não conseguiu realizar a sua última reunião de campanha em Brazzaville, a capital política congolesa.

Poucas horas antes da eleição, o homem de 60 anos postou um vídeo no qual afirmava “lutar contra a morte”.

Um adversário histórico, Kolelas, emergiu este ano como o único rival real do presidente cessante Sasssou Nguesso, de 77 anos de idade. Após 36 anos no poder, este último não escondeu o desejo de ser reeleito na primeira volta de domingo.

PUB